21/07/2011 às 15:07 - Atualizado em 22/03/2016 às 18:33

Guia de Recolhimento

A cobrança da Contribuição Sindical Patronal, criada pela Constituição Federal, é realizada em janeiro e recolhida anualmente em parcela única. O artigo 8º, IX, determina que os recursos devem ser destinados a diversos órgãos. Entre eles, o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), do Ministério do Trabalho e prestações de serviços pelas entidades sindicais aos seus associados, sendo uma das principais receitas do Sindijoas Arapiraca.
Ao longo de sua trajetória, a entidade tem prestado inúmeros serviços ao comércio local. Alguns de ordem representativa, como negociação e acompanhamento da Convenção Coletiva de Trabalho, o calendário de funcionamento do comércio, missões empresariais. Outras atividades de interesse geral, como a divulgação da abertura e fechamento do comércio em datas especiais e também prestação de serviços à comunidade.
A entidade alerta para a má fé de sindicatos fantasmas ao enviar boletos de cobrança. Essa prática causa prejuízos ao Sistema Sindical Patronal. O boleto oficial da contribuição sindical foi é remetido às empresas por meio dos Correios, pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio/AL), entidade que representa os sindicatos patronais do Estado, legalmente constituídos, acompanhados da tabela para adequação do valor correspondente pelos contadores.
O pagamento da contribuição sindical patronal tem relevante importância para a continuidade de determinados serviços prestados, que favorecem a todos, inclusive aos empresários enquadrados no Simples Nacional.
Desde 2011, encontra-se em processo de constituição a Cooperativa de Crédito SICOOB dos empresários da Região Metropolitana do Agreste Alagoano, com inauguração prevista para o final de 2012.
A meta do Sindilojas é continuar a divulgar o comércio de Arapiraca, criar novos produtos, atrair clientes, oferecer parcerias em consultorias e capacitação para empresas filiadas e empreender novas missões empresariais.